Complexo Ispon Complexo Ispon

Menu Mobile

Segurança do Cliente/Paciente

Segurança do Cliente/Paciente


Um dos princípios que fundamentam o Sistema de Gestão da Qualidade do Complexo Ispon e é base de todo o programa de acreditação é a segurança do paciente, considerada prioridade absoluta para a organização. Desde 2013, a questão passou a ser estratégica para a instituição, com um compromisso rigoroso de todas as áreas de liderança na prevenção e eliminação de riscos na assistência, pois o avanço nas pesquisas de cuidado à saúde contribuiu para a melhoria do cuidado prestado. No entanto, as pessoas estão ainda expostas a diversos riscos quando submetidas aos cuidados a saúde.


Devido a isso, a segurança do paciente tem se tornado preocupação central para o sistema de saúde, no mundo todo, desde a década de 90. Dados de pesquisa, obtidos dos Estados Unidos, em 1999, indicam que os erros de cuidado à saúde causam, aproximadamente, de 44 a 98 mil eventos adversos anualmente, nos hospitais daquele país. A partir desse estudo inicial, tem-se destacado o movimento global para a segurança do paciente. Em 2004, a Organização Mundial de Saúde (OMS) criou o projeto Aliança Mundial para a Segurança do Paciente, cujo objetivo fundamental foi prevenir danos aos pacientes. Criou-se então as seis metas de Segurança do Paciente, que são as boas práticas focadas em uma assistência de qualidade e segura ao cliente, metas essas que o Complexo Ispon abraça e pratica através de diversas ações internas:

- Garantir a identificação correta do paciente;

- Garantir a comunicação efetiva entre as equipes;

- Garantir a segurança da aplicação dos medicamentos;

- Garantir a segurança contra infecções;

- Garantir a segurança contra quedas;

- Garantir a segurança dos procedimentos cirúrgicos (não aplicável ao Complexo Ispon visto que não realizamos procedimentos cirúrgicos em nossa organização).


A segurança da assistência ao paciente é a mola motriz do dia a dia do Complexo Ispon e está em constante evolução e discussão. As diversas etapas dos processos são gerenciadas para garantir que a probabilidade de falhas que gerem incidentes/eventos sejam eliminadas.


Benefícios aos pacientes/clientes:

- Maior sensação de segurança durante o atendimento.

- Garantia de práticas de controle das diversas etapas do atendimento.

- Redução da probabilidade de ocorrência de algum evento/incidente indesejado.