Orientações

Informações

Você sabe o que é câncer?

Você sabe o que é câncer?

Você sabe o que é câncer?
O câncer é um nome genérico para denominar um grupo de mais de 200 doenças. Elas têm em comum o crescimento e a multiplicação anormal e descontrolada das células. O câncer também é chamado de neoplasia maligna.


É uma doença comum que, segundo estimativas, atinge metade do total de homens e um terço das mulheres em algum momento de suas vidas. Apesar de muitas pesquisas desenvolvidas para melhorar a qualidade de vida do paciente oncológico e ampliar a prevenção e a detecção precoce, o câncer ainda é muito estigmatizado, sendo visto como sinônimo de morte e com um tratamento árduo. Para melhorar esta questão, é importante falar sobre a doença e o alto índice de cura quando diagnosticada em estágio inicial.


Como o câncer começa?
Inicialmente, é necessário lembrar que o corpo humano é composto por trilhões de células vivas que crescem, dividem-se e morrem ordenadamente. Quando estas células, presentes em algum órgão ou tecido, começam a crescer fora de controle e de forma anômala, tornam-se cancerosas. Esta alteração se deve a um dano no DNA, que é um composto orgânico no qual as moléculas contêm instruções genéticas. A fonte de nosso DNA vem de nossos pais, por isso, alguns cânceres são hereditários ao herdar uma anomalia genética. Mas também é possível que hábitos de vida causem alterações neste composto.


O que é tumor?
É a aglomeração de células cancerosas em um tecido  ou órgão do corpo.


Tumor benigno e maligno
Importante lembrar que nem todos os tumores são cancerosos ou malignos, ou seja, não invadem outros tecidos e órgãos, sendo denominados de benignos. Estes podem crescer demasiadamente e pressionar outros órgãos e tecidos saudáveis, no entanto, não apresentam, em sua maioria, risco à vida.


Como as células cancerosas se espalham pelo corpo se não forem controladas?
As células cancerosas podem formar novos tumores quando entram na corrente sanguínea ou nos vasos linfáticos do corpo, substituindo, com o passar do tempo, o tecido normal. Este processo de disseminação do câncer é chamado de metástase.


Principais categorias do câncer
Os tipos de câncer podem ser agrupados em categorias. Conheça as principais:

  • Carcinomas: Começam na pele ou nos tecidos que revestem ou cobrem os órgãos internos. Existem subtipos de carcinoma como: adenocarcinoma, carcinoma de células basais, carcinoma de células escamosas e carcinoma de células de transição.

  • Sarcomas: Começam no osso, cartilagem, gordura, musculo, vasos sanguíneos ou outro tecido conjuntivo ou de suporte.

  • Leucemias: Começam no tecido que produz o sangue, como a medula óssea, provocando um grande número de células anormais que entram na circulação sanguínea. 

  • Linfomas e Mielomas: Começam nas células do sistema imunológico.

  • Canceres do Sistema Nervoso Central: Começam nos tecidos do cérebro e da medula espinhal.


Tipos de Câncer
Dentro destas categorias abordadas, existem mais de 200 tipos de câncer diferentes. O câncer pode se desenvolver a partir de qualquer célula do corpo, sendo classificado de acordo com a localização primária do tumor. Confira os principais tipos de câncer:
Câncer anal, de bexiga, de boca, de esôfago, de estomago, de fígado, de intestino, de laringe, de mama, de ovário, de pâncreas, de pele melanoma, de pele não melanoma, de pênis, de próstata, de pulmão, de testículo, de tireoide, do colo do útero, do sistema nervoso central, câncer infatojuvenil, linfoma de Hodgkin e linfoma não Hodgkin. 


Tratamento
O processo de investigação do tumor por meio de imagens, biopsias e demais exames, são imprescindíveis para um diagnóstico correto, que considera as informações celulares de cada um. O tratamento dependerá do diagnóstico que traz o tipo, estágio, e localização do tumor, assim como do estado de saúde geral do paciente e discussão dos possíveis efeitos colaterais. Os principais tratamentos são cirurgia, quimioterapia, radioterapia, hormonioterapia, terapia alvo, imunoterapia, oncogenética e transplante de medula óssea.

Falar sobre o câncer é abordar diversos aspectos que são complexos e extensos, e principalmente, não deixar de considerar que cada paciente é único. Buscar a informação correta pode ajudar na compreensão desta doença e permitir que os pacientes e familiares sintam-se mais confiantes e carreguem menos o peso de conviver com o estigma que ela traz.

Fonte: Oncoguia
 


Compartilhe nas redes sociais: